É Copa, é Copa é Copa...

É chegada a hora de ser brasileiro. Mostrar que somos brasileiros! Finalmente, após quatro anos é chegada a hora!


Você acaba de associar a frase acima com a Copa do Mundo, certo? Eleições presidenciais passaram pela sua cabeça? Apenas gols e festa, acertei? Não se culpe, isso era previsível. Além disso, faz parte da crítica.

Não sou muito fã de futebol, na verdade sempre fui péssimo nisso. Entretanto, Copa do Mundo é Copa do Mundo, não é como eleição, mas é uma oportunidade de mostrar ao mundo que o Brasil sabe fazer algo além de exibição de bundas, novelas (políticas e televisivas) e eleger péssimos governantes.

Até parece que estou querendo justificar a situação política com interesse por futebol, mas não é o ponto.

O desenvolvimento social É o ponto.

Segundo Alberto Carlos Almeida - Diretor do Instituto análise, "[...]todos os temas públicos são relevantes em uma eleição presidêncial[...]", porém, "[...]a corrupção é menos importante do que, por exemplo, aumentar o meu consumo em função de uma boa gestão macroeconomica". Esse é o pensamento do povo, sem conjecturas, isso é baseado em resultado de pesquisas.
No bom português significa: Desde que eu tenha algo, que seja o que Deus quiser.
Pena que Deus não vote! Oras bolas!

Não estou dizendo que devemos entrar em regime Comunista, mas vamos ser um pouco mais atentos ao "nós", nós Brasil, nós povo, nós eleitores, sem hipocrisia sejamos mais honestos com nós mesmos e preocupados com nosso país.

Por quê?

Porque ser capaz de demonstrar amor nas vitórias, vergonha nas derrotas e descaso quando se carece atenção é cometer um crime contra sí mesmo, contra sua família e contra seu país.




Enfim, vejam o clipe abaixo. É muito bom. E encaixa-se com a imagem no Above the Fold do blog.

Um comentário:

Manifeste a Revolta disse...

Exatamente. Não somos comunistas, mas paciência tem limite! hahaha

só Disturbed poderia ilustrar!