Quanto (lhe) custa ser educado?

Imagine a seguinte cena:

João (nome usado apenas para ilustrar nosso personagem) entra num ônibus numa cidade qualquer, paga a passagem e escolhe um lugar para se sentar.


João se senta do lado do corredor e a pessoa que está no mesmo banco, está sentada ao lado da janela.
Esta pessoa que está na janela vai descer antes de João.
Chegamos então num momento tenso desta história (sim, nesta história este momento é tenso).


O que a pessoa que está ao lado de João deve fazer para poder se levantar e descer em seu ponto?

- A: Pedir licença para João, levantar-se e dar o sinal para descer do ônibus;
- B: Levantar-se e forçar João a dar licença sem ao menos olhar para a cara do João, dar o sinal para descer do ônibus;

Eu como uma pessoa educada que sou, voto na opção "A"!!!
E você(s)?

Pois bem, esta história que acabo de contar não uma metáfora, isso SEMPRE ACONTECE COMIGO e pasmem, todas as pessoas usam a alternativa "B".

Conclusão: Todo mundo fala que o Brasil é um país lindo (concordo plenamente), que o calor das pessoas daqui, não se acha no exterior (realmente isso é verdade), que o povo é lindo, que isso e aquilo.
Eu só gostaria de saber, onde anda a educação (me refiro a educação que se ganha em casa) deste Brasil tão lindo?

E o Rio de Janeiro continua lindo...

2 comentários:

Manifeste a Revolta disse...

Se tem uma coisa q não suporto é falta de educação. Me tira do sério.

O definitivamente, aqui, essa questão complicada.

FELIZ em ter vc aqui Luiz.


Abraço!!!!

Rosália Cipriano

microfonia verbal disse...

eo, vc tem toda a razão...As pessoas são muito mal educadas. O pior é ser mulher numa hora de "aperto". Já briguei em ônibus... não aguentei e tive que me rebaixar. Um vez um cara sentou no lugar preferencial e reclamou quando uma senhora pediu licença. Advinha? quase saí na mão com ele!!!

Revoltante

Beijo

Ana