Poéticamente falando...

Feliz por estar vivo por mais esse minuto
E poder ouvir o som do vento e a brisa do ar
Aqui poder estar e te dizer:
O que espera com o conformismo?! O destino?!
Aposto que ele também espera por você
A acomodação te faz fraco. Inútil!

Não vou condenar
Não vou impor atitudes
Quero ergue-te da cadeira
Lavar os teus olhos
Limpar teus ouvidos
Olha pro belo,agradece,pede perdão!

Soa-te como um berro?! Uma afronta?! Uma ameaça?!
È um grito desesperado escondido aqui

Pense por um instante...
Balança por um momento,e voa....
Para longe, o lugar mais longe dentro do infinito

E se não fizer?!Me assumo deselegante,e abusando da falta de intimidade ouso te ordenar:
Levanta daí,e vai viver a tua vida!

Um comentário:

microfonia verbal disse...

Ui!!!!!!!!!!!!

Isso ae porra!!!!

adorei esse jeito poéticamente de falar....

Saí dae Porra! rssssss

Gostei